Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mitologia em Português

11 de Fevereiro, 2020

A Lenda das Arcas de Montemor-o-Velho

A lenda das arcas de Montemor-o-Velho, também conhecida (mas erradamente) como uma lenda das arcas de Montemor-o-Novo é, na verdade, apenas uma só, que o contexto de algumas versões - que a associam ao tempo dos Mouros - permite identificar com a cidade próxima de Coimbra, a velha Mont Maior dos Árabes. E falamos de "versões", aqui, com toda a justiça deste mundo, porque ouvimos e lemos as mais diversas versões de toda esta história, que em comum têm o grande facto de mencionarem, bem próximo do final da trama, duas misteriosas arcas, que parecem continuar a ser procuradas até aos dias de hoje.

Montemor-o-Velho, o castelo da lenda das duas arcas

Na verdade, fruto de existirem tantas versões diferentes desta lenda, acaba por ser difícil conseguir resumi-la aqui, mas todas elas têm em comum um elemento muito conhecido - que numa altura agora difícil de precisar foram escondidas no interior das muralhas do castelo de Montemor-o-Velho duas grandes arcas. Uma delas contém riquezas sem fim, enquanto que a outra, fisicamente igual em tudo à primeira, contém todos os males deste mundo. Como tal, por muito que as pessoas anseiem descobrir a primeira - e dizem vagas histórias dos nossos dias que elas continuam a ser procuradas no agora-famoso local - os poucos que dizem ter encontrado pelo menos uma delas temem sempre abri-la, com medo de tornar este mundo num local pior.

 

Será verdade, esta lenda das arcas de Montemor-o-Velho? Ou será que as duas arcas gémeas se escondem, em alternativa, em Montemor-o-Novo, no Alentejo? Visto que figuras tão eminentes como José Hermano Saraiva contaram esta lenda e a associaram à povoação próxima de Coimbra, não temos qualquer razão real para duvidar dessa identificação. Porém, já acreditar na verdadeira possibilidade da existência das duas arcas é algo muito diferente - a crer-se numa verdade da história, como se explicaria que alguém tivesse conseguido colocar numa singela arca todos os males do mundo? A Caixa de Pandora teve origem divina, e presume-se que só um verdadeiro deus conseguisse criar uma arca semelhante, mas nenhuma das versões que ouvimos o lemos informa qualquer proveniência etérea da mesma - e, assim, toda esta história se trata de uma mera lenda nacional, e nada mais...

Gostas de mitos, lendas, livros antigos e muitas curiosidades?
Recebe as nossas publicações futuras por e-mail - é grátis e irás aprender muitas coisas novas!