Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mitologia em Português

20 de Abril, 2020

O triste destino do Palácio de Cristal, no Porto

Quem, na cidade portuguesa do Porto, procurar o Palácio de Cristal já não o encontra. Foi triste, o seu destino. Nesse sentido, se muitos dos monumentos que cá referimos ao longo dos anos já desapareceram há séculos e séculos, ainda nos é difícil compreender como alguém poderá ter destruído algo que, a nós, nos parece tão belo. Mas, ao mesmo tempo, existem exemplos muito mais recentes e igualmente difíceis de explicar, como o que aqui apresentamos hoje.

 

Quem for à cidade do Porto, como apontado acima, poderá visitar o Jardim do Palácio de Cristal. O jardim está por lá, mas o Palácio de Cristal que lhe deu o nome já há muito que desapareceu. O seu nome remete-nos para uma estrutura muito particular, feita quase completamente de vidro, permitindo a entrada da luz no seu interior, como pode ser visto nestes postais retirados da Biblioteca Nacional:

Palácio de Cristal, entrada

Palácio de Cristal, parte frontal

Palácio de Cristal, parte traseira

Ainda existem outros palácios de cristal pelo mundo fora (e.g. em Madrid), mas o que aconteceu a este Palácio de Cristal da cidade do Porto? Foi destruído em nome do progresso, o seu monumental órgão martelado até à mais completa ruína, no ano de 1951, sendo substituído poucos anos depois por uma estrutura semi-circular que não pode deixar de nos parecer abominável, e que hoje ocupa o mesmo espaço visto acima.

O nome do jardim mantém-se, possivelmente em virtude da grande oposição que os portuenses levantaram aquando da destruição do palácio. Mas, na verdade, assim se perde não só a história e beleza do passado, mas também a razão de ser do nome de muitos locais...

Gostas de mitos, lendas, livros pouco conhecidos e curiosidades? Podes receber as nossas publicações futuras por e-mail!