Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mitologia em Português

04 de Maio, 2020

A casa assombrada mais famosa de Portugal, e o Castelo do Estoril

Há alguns dias, quando falámos de um mito urbano português, na brincadeira uma leitora levantou a possibilidade de se tratar de um esquema maluco de alguma agência imobiliária. Até é possível que sim, mas aproveitamos essa deixa e contamos o mito por detrás daquela que será provavelmente a casa assombrada mais famosa de Portugal.

 

Quem viver na zona de Lisboa e cruzar a Avenida Marginal no sentido Cascais -> Oeiras poderá encontrar, entre as zonas de São João e São Pedro do Estoril, uma pequena casa amarela, vulgarmente conhecida como o Castelinho de São João do Estoril. Diz o mito que é assombrado - por perto existia uma escola de cegos (o edifício entretanto já foi reconvertido), e é então dito que numa dada altura uma estudante desse local caiu ao mar e agora assombra o belo castelinho que se encontra por perto. Será verdade? Há uns anos considerámos comprar o local, e aquando de uma visita inquirimos sobre essa história; a funcionária da imobiliária riu-se, disse que era uma questão de crença, mas nunca confirmou - ou desmentiu - os episódios fantasmagóricos. Por isso, quem tiver curiosidade poderá ler toda a história do local aqui, antes de tentar formar a sua própria opinião.

 

Entretanto, já que estamos com a proverbial mão na massa, achámos que podíamos contar a história de outro "castelo" na mesma zona.

O "castelo" do Estoril

Quando se pretende promover a região da Costa do Estoril é usada frequentemente uma imagem do local acima, uma espécie de castelo que pode ser encontrado próximo da praia. Conhecido como Palacete Barros, foi construído sobre as ruínas de um antigo forte por um pai que queria que a sua jovem filha, doente, frequentasse umas termas que na altura existiam por perto. Porém, o preço desta construção acabaria por se revelar tão elevado que o seu dono foi levado à falência... e o que aconteceu à sua filha? Será que também ela hoje assombra o local...? Seria preferível que o fizesse, face à utilização actual do espaço...

Gostas de mitos, lendas, livros pouco conhecidos e curiosidades? Podes receber as nossas publicações futuras por e-mail!
04 de Maio, 2020

O que significa "nolite te bastards carborundorum"?

Há já alguns tempos que nos vieram perguntar o significado de nolite te bastards carborundorum, uma frase que aparece na série The Handmaid's Tale (ou, em Português, A História de Uma Serva), e que, a uma primeira vista, parece estar em Latim, mesmo quando bastardes é lido incorrectamente como bastards. Assim sendo, qual é a tradução desta expressão?

Nolite te bastards carborundorum na série...

Não conhecemos a série, não sabendo portanto em que medida a língua latina compõe, ou não, uma parte significativa da sua trama (se algum leitor souber isso, por favor deixe essa informação ali nos comentários), mas podemos, antes de mais, deixar claro que esta não é uma frase ou uma ideia provinda dos tempos da Antiguidade, da Idade Média, ou até do Renascimento, ao contrário de muitas das que falamos por cá. E isso torna-se particularmente importante porque, apesar de ser uma construção semi-latina, ou seja, uma frase com palavras em Latim e outras completamente inventadas, não tem qualquer significado real na sua tradução.

 

Nolite significa "recusai". Te significa "a ti". Mas o que dizer das restantes palavras, que não aparecem em qualquer dicionário de Latim? Bastardes é muito semelhante ao Inglês "bastards", ou seja, "bastardos". Mas... e carborundorum, o que significa...?

Felizmente, desta vez temos parte do nosso trabalho facilitado - numa entrevista, a autora Margaret Atwood como que confirmou que a frase não significava nada, era uma espécie de piada, mas que deveria significar algo como "don’t let the bastards grind you down", que pode ser adaptado nesse contexto original como "não deixem os bastardos afectarem-vos". E, em casos como estes, a palavra da autora basta-nos, porque ela saberá a sua intenção melhor do que cada um de nós!

Gostas de mitos, lendas, livros pouco conhecidos e curiosidades? Podes receber as nossas publicações futuras por e-mail!