Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mitologia em Português

18 de Maio, 2021

A lenda da Espada do Condestável

A lenda da Espada do Condestável é uma de aquelas que parece ter sido muito conhecida em outros tempos, quando se acreditava que havia um destino divino para Portugal. A ideia foi-se perdendo ao longo dos séculos, e com ela é provável que também se tenha perdido a fama de toda esta outrora famosa lenda.

A lenda da Espada do Condestável

Conta-se que em dada altura da sua vida Dom Nuno Álvares Pereira, mais conhecido como "O Condestável", precisou de afiar uma das suas espadas na zona de Santarém. Para tal, dirigiu-se ao melhor espadeiro local, um tal Fernão Vaz, que lhe fez o serviço gratuitamente, dizendo-lhe que quando se tornasse conde de Ourém lá pagaria o que achasse apropriado. O cliente naturalmente que achou estas palavras um tanto ou quanto estranhas, mas não ligou mais a elas e foi à sua vida.

O tempo foi passando, e passou, até que Fernão Vaz caiu em desgraça. Foi acusado de crimes que não cometeu e até condenado à morte. Nesse momento, em enorme desespero, pediu então a ajuda do Condestável, tenha sido directamente ou com ajuda da sua esposa (que até era uma ex-amada do herói). Dom Nuno Álvares Pereira, agora conde de Ourém, como tinha sido profetizado, reconheceu aquele a quem tinha uma dívida antiga e, procurando ajudá-lo como um dia tinha ficado prometido, conseguiu obter-lhe um perdão por parte do rei de Portugal.

 

Esta lenda da Espada do Condestável, também conhecida como a do alfageme de Santarém (em virtude do papel de Fernão Vaz), é uma de muitas que nos leva à ideia geral de um império divino planeado para Portugal. O Condestável, Dom Nuno Álvares Pereira, passa aqui por uma profecia que acaba por cumprir-se, como aconteceu com muitas outras figuras nacionais - relembre-se, por exemplo, a lenda da Batalha de Ourique - o que poderá ter levado a uma ideia de que Deus estava sempre do lado dos Portugueses, ajudando-os em tudo o que podia para que se cumprisse o seu plano divino. E pareceu está-lo, na verdade, até à desgraça que teve lugar com Dom Sebastião, gerando algumas das mais famosas lendas da cultura portuguesa. Mas isso já são outras histórias...

Gostas de mitos, lendas, livros pouco conhecidos e curiosidades? Podes receber as nossas publicações futuras por e-mail!