Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mitologia em Português

Mitologia em Português

08 de Julho, 2020

Izanagi, Izanami e a primeira relação sexual

Izanami e Izanagi na Ponte do Céu

Nos mitos do Japão Izanami e Izanagi são parte das sete gerações de deuses primordiais. Foram eles os criadores de muitas outras divindades, entre as quais se contam os famosos Susanoo e Amaterasu e as diversas ilhas do arquipélago do Japão, mas o foco de hoje é na forma como essa sua prole, muitíssimo diversa, foi concebida. Claro que existem, por todo o mundo, diversos relatos da forma como as relações sexuais foram inventadas, desde a Inana da Suméria até a diversos mitos regionais do Brasil, mas raramente são tão claros, ou tão poeticamente belos, como o que o Kojiki nos diz. Segundo esta fonte nipónica, num dado momento da sua vida Izanagi aproximou-se a irmã-esposa e disse-lhe o seguinte:

O meu corpo, formado da forma que o foi, tem um local em que foi formado em excesso. Então, eu gostaria de pegar nesse local que foi formado em excesso e inseri-lo naquele local do teu corpo no teu corpo que foi formado de forma insuficiente, e assim conceber a terra. Que te parece isto?

 

Izanami limitou-se a responder-lhe que lhe "parecia bem", ao que o seu irmão-esposo lhe respondeu depois:

Então, andaremos em círculos em redor deste pilar celeste e iremos encontrar-nos e ter uma relação conjugal.

 

Os resultados deste primeiro episódio de sexo acabariam por mostrar-se parcialmente imperfeitos, mas essa é uma história que terá de ficar para um outro dia. O que não pôde deixar de nos fascinar, nesta descrição daquela que se tornou a primeira relação sexual dos mitos japoneses, é a forma tão simples, quase digna de uma criança, como todo o processo é definido, desde aquela que poderia ser vista como uma "imperfeição" presente nos dois géneros até à forma como, posteriormente, contornando um pilar por lados opostos os amantes se reencontraram face-a-face e fizeram amor. Parece-nos, como já referido acima, um momento poeticamente belo; mesmo que supostamente falsa, não é deixa de ser um bonito momento para explicar como os deuses inventaram o acto de fazer amor ou sexo.

~~~~~~~
Receber as nossas novidades por e-mail: