Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mitologia em Português

O seu nome é indubitavelmente famoso dos romances medievais, mas quem nunca se interrogou onde está a Excalibur, a famosa espada do Rei Artur, nos nossos dias de hoje? Poderia pensar-se que se trata de uma mera ficção, que esta arma - e, potencialmente, até o seu conhecido portador - nunca existiram verdadeiramente, mas o mais curioso é que existem outros exemplos de espadas medievais famosas que ainda podem ser vistas nos nossos dias.

A Durandal de Rolando - mas onde está a Excalibur?!

Por exemplo, a espada que se diz ser a de Rolando, a Durandal (ou Duridana) do herói do poema épico medieval La Chanson de Roland, pode ser vista na comuna francesa de Rocamadour, e até há uns anos estava presa numa fenda de uma rocha (a corrente que a prenda seria, obviamente, posterior). Diz a lenda que foi o próprio herói que a atirou para lá, com as suas últimas forças, poucos instantes antes de falecer - ainda a vimos há uns anos, mas segundo lemos agora já foi levada para um museu, o que faz perder um pouco do seu charme e encanto original.

No mesmo país, a Joyeuse, a espada lendária do Imperador Carlos Magno, também pode hoje ser vista no Museu do Louvre.

 

Em Espanha, dizem as lendas que El Cid, herói de um famoso épico com o seu nome, possuiu duas espadas famosas, a Tizona (ou Tizón) e a Colada. Desconhecemos a localização da segunda, se ainda existir, mas a primeira pode, hoje, ser vista num museu na cidade espanhola de Burgos.

Já em Portugal, a espada de Afonso Henriques, cuja lenda não nos parece preservar nenhum nome mais específico, diz-se estar no Museu Militar do Porto, mas não tivemos a oportunidade de o confirmar pessoalmente.

 

Apesar de serem, todas elas, espadas lendárias, a história não reza que tenham qualquer espécie de poderes especiais, como é comum naquelas que recebem este tipo de designação em jogos de computador. O seu factor lendário vem não de uma qualquer característica especial que possam ter, mas da identidade do mais famoso dos seus possuidores - de forma semelhante, mesmo que a Excalibur fosse encontrada, é provável que se tratasse de uma espada como qualquer outra, com a excepção do filho de Uther Pendragon a ter possuído anteriormente.

 

Mas então, onde está a Excalibur? Onde pode, agora, ser ela encontrada? Quem tiver lido os romances medievais com alguma atenção já saberá que a espada do Rei Artur foi forjada em Avalon, mas após o final das aventuras do herói acabou por ser depositada no mesmo lago em que, por magia, lhe tinha sido confiada anteriormente pela misteriosa Dama do Lago. Talvez ainda esteja por lá... ou já pode ter sido recuperada, se tivermos em conta que uma menina de sete anos encontrou uma espada no local em 2017 (a notícia pode ser lida aqui); se era mesmo a famosa arma de Artur, ou não, não temos forma de o saber, mas em caso negativo é provável que esse lago no sul de Inglaterra ainda seja um bom ponto de partida para a conseguir reencontrar...

~~~~~~~ ~~~~~~~ ~~~~~~~
Gostas de mitos, lendas, livros pouco conhecidos e curiosidades?
Podes receber as nossas publicações futuras por e-mail ou no Twitter!
~~~~~~~ ~~~~~~~ ~~~~~~~