Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mitologia em Português

Os Contos da Cantuária, de Chaucer, são uma colectânea de pequenas histórias que numa viagem para a Cantuária um conjunto de peregrinos, cada qual com a sua profissão, partilha entre eles. É uma obra interessante, talvez uma das mais famosas da literatura inglesa medieval, mas não estaria a ser mencionada aqui se não fosse pelo facto de entre as histórias contadas pelos seus intervenientes se contassem algumas provindas da Antiguidade ou inspiradas nos mitos greco-latinos.

Os "Contos da Cantuária", de Chaucer

Para dar um pequeno exemplo, uma das últimas histórias partilhadas nestes Contos da Cantuária principia com a derrota da Píton por Febo [Apolo]. Prossegue com a referência a uma esposa desta figura cuja fidelidade o "deus" (não é totalmente claro que ele aqui ainda se trate de uma figura divina) tentou preservar, colocando um corvo a guardá-la. Quando este falha no seu trabalho, perde a sua voz cantora e é tornado negro. As semelhanças com o mito de Coronis são inegáveis, mas também existe algo de invulgar na história, que a faz soar mais como uma trama amorosa do que um antigo mito de tempos passados.

É esse espírito de romance que parece pautar todos os Contos da Cantuária, tanto ao nível de histórias mais recentes como em relação àquelas que provinham da Antiguidade. A isso se acrescente o facto de pelo menos duas enormes histórias estarem profusamente ilustradas com exemplos dos mais diversos autores - figuras como Cícero, Ovídio ou Boécio, apenas para mencionar três dos mais óbvios - e assim se poderá justificar a importância desta criação de Chaucer no estudo da recepção da cultura greco-latina na Idade Média.

Gostas de mitos, lendas, livros pouco conhecidos e curiosidades? Podes receber as nossas publicações futuras por e-mail!