Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mitologia em Português

Mitologia em Português

17 de Julho, 2020

Qual a origem do horóscopo chinês?

Já cá foi falado antes sobre a origem do zodíaco ocidental, e quem tiver lido esses outros artigos poderá compreender, sem muita dificuldade, que existia um conjunto de lendas, muitas vezes variáveis, associadas a cada um dos seus signos. Mas depois, ao ler um qualquer jornal dos nossos dias, por vezes podem ser encontradas, aqui e ali, muito breves referências ao horóscopo e signos chineses, sob alguma forma como a representada abaixo.

Exemplo de horóscopo chinês

Quem pensar um pouco no tema depressa se aperceberá que este sistema, como apresentado nos jornais portugueses, é falsamente demasiado redutor, porque dá a ideia de que todas as pessoas nascidas num determinado ano partilham um mesmo destino comum, algo de tão absurdo que nem nos iremos dar ao trabalho de o refutar aqui. Na verdade, além de um animal associado ao ano, os chineses também parece ter animais associados ao mês lunar, aos dias da semana e até ás horas do dia, num esquema curioso em que, por exemplo, das 9h ás 10:59h é a hora da cobra porque é nessa altura que se supunha que ela saía do seu antro, enquanto que já os dragões tinham a hora precendente - 7h ás 8:59h - porque se acreditava ser essa a altura em que esvoaçavam frequentemente nos céus para trazer a chuva, e assim por diante.

 

Agora, claro que isto é tudo muito bonito, mas... porquê aqueles doze animais? Porque não um gato, ou um leão, ou um panda? Qual a origem do horóscopo chinês? Será que existe alguma lenda por detrás dos signos chineses?

 

Na verdade, existe efectivamente uma lenda para justificar a presença de cada um destes animais entre os presentes nos 12 seleccionados. Se o contexto de toda a aventura tende a variar aqui e ali - algumas versões dizem que foi o Imperador de Jade, o deus dos deuses, que fomentou estes acontecimentos, mas outras atribuem-nos ao Buda - diz-se então que numa dada altura existiu uma enorme corrida entre todos os animais, e depois foram premiados com a sua colocação num calendário com base na ordem em terminaram a corrida. Dito assim, isto pode parecer muito pouco interessante - quem irá acreditar que, por exemplo, um boi é mais rápido que um dragão, ou que o cavalo é mais lento que a cobra? - mas o que torna essa lenda especialmente interessante é o facto de existirem pequenos episódios que explicam esses vários problemas.

A corrida dos animais

Por exemplo, se um gato até entrou na corrida, acabaria por se afogar num rio (um rato empurrou-o para a água), nunca chegando ao fim. O dragão até teria sido o primeiro a chegar, dada a sua velocidade e capacidade para voar, não fosse o facto de ter parado para dar chuva a uma aldeia e ter ajudado outro animal. O porco chegou em último lugar porque, como dificilmente poderia deixar de ser, parou pelo caminho para chafurdar na lama e comer tanto quanto podia.

 

É possível que, originalmente, estas pequenas lendas tenham sido criadas numa espécie de mnemónica, para que as pessoas pudessem mais facilmente lembrar-se da ordem dos signos, mas não deixam de ser menos curiosas ou interessantes, até porque nos explicam a origem do horóscopo chinês e contribuem para justificar a presença de apenas alguns animais entre os representados nos signos chineses. Por isso, deixamos até uma pequena sugestão - da próxima vez que olharem para um esquema dos signos chineses como aquele apresentado ali em cima, tentem pensar no porquê da sua ordem, e que aventuras terão tomado lugar entre os vários animais para que , por exemplo, o cão só chegasse depois da ovelha. Até porque isto daria uma actividade muito interessante para a pequenada...

~~~~~~~
Receber as nossas novidades por e-mail: