Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mitologia em Português

01 de Novembro, 2021

Quem foram os 12 discípulos de Jesus?

A uma primeira vista, responder a quem foram os 12 discípulos de Jesus, também conhecidos como os seus apóstolos, poderá parecer simples. Bastaria, como pensa a maior parte das pessoas, pegar nos textos do Novo Testamento e recolher todos os nomes que lhes são dados nessa fonte literária, e.g. no capítulo 3 do Evangelho Segundo São Marcos. E parece simples, claro, até que se percebam que os nomes dos discípulos de Jesus Cristo não são constantes, nem se repetem em todas as fontes sem nenhuma variação. São tipicamente doze, numa alusão velada às 12 tribos de Israel, com Judas Iscariotes a ser posteriormente substituído por uma outra figura para originar um número total de 13, mas fora aqueles casos muito óbvios, como o de Pedro, na verdade quem foram esses discípulos de Jesus Cristo?!

Os 12 discípulos ou apóstolos de Jesus Cristo

Na imagem acima pode ser visto aquele que é provavelmente o mural mais famoso da história do Cristianismo. Nele estão presentes 13 figuras, i.e. as de Cristo e o seu séquito, mais quais são os seus nomes? Pegando nas diversas fontes literárias encontramos os seguintes nomes:

 

  1. Pedro, possivelmente o mais famoso dos discípulos, até pelo facto de Cristo ter feito uma pequena piada entre este nome e o grego πέτρος, i.e. "pedra".
  2. Judas Iscariotes, o traidor.
  3. João, que muitos dizem ter sido o apóstolo amado, um dos evangelistas.
  4. André, irmão de Pedro, que também era pescador.
  5. Tiago, irmão de João.
  6. Tomé, famoso entre nós pelo facto de ter duvidado da ressurreição física do seu senhor.
  7. Simão, o Zelote.
  8. (Outro) Tiago.
  9. Um terceiro Tiago, que se pensava ser irmão, ou meio-irmão (o que evitava ter de explicar uma possível vida sexual da Virgem Maria), de Jesus.
  10. Filipe.
  11. Mateus, cobrador de impostos, possivelmente um dos evangelistas.
  12. Bartolomeu.
  13. [Judas] Tadeu.
  14. Matias, que veio a substituir Judas Iscariotes.
  15. Barnabé.

 

Se, por um lado, encontrámos 15 nomes de discípulos de Jesus, por outro quem perceber menos destas coisas poderá querer perguntar onde estão, por exemplo, Marcos e Lucas, duas das tais figuras que escreveram os Evangelhos. Na verdade, com excepção do primero e do quarto, que a tradição cristã atribui a Mateus e a João, os outros dois evangelistas nunca foram apóstolos, não conheceram Jesus Cristo na primeira pessoa - Marcos era um seguidor de Pedro, uma espécie de pseudo-apóstolo de segunda geração, que se diz que escreveu as suas linhas com informação que lhe foi dada pelo seu mestre; enquanto que Lucas foi um amigo de São Paulo (i.e. Saul de Tarso), não tendo qualquer ligação mais directa aos doze apóstolos.

 

Portanto, se vos perguntarem quem foram os 12 discípulos de Jesus, ou os nomes dos apóstolos que o acompanharam, convém começar por deixar claro que o seu número era completamente fixo mas as suas identidades nem sempre o eram. Com excepção das figuras que foram tornadas mais famosas em virtude das suas acções no texto bíblico - especificamente Pedro, Judas Iscariotes, João, André, Tiago e Tomé - as identidades dos restantes acompanhantes de Cristo são variáveis nas diversas fontes que nos chegaram, não concordando sequer nos Quatro Evangelhos, quanto mais nas outras fontes literárias!

Gostas de mitos, lendas, literatura ou curiosidades?
Recebe as nossas publicações futuras por e-mail - é gratuito e poderás aprender muitas coisas novas!