Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mitologia em Português

01 de Fevereiro, 2021

Yin e yang, origem e significado (☯)

Hoje falamos sobre a origem e significado do yin e yang. Há já algumas semanas que cá falámos sobre a criação na Mitologia Chinesa e o mito de Pangu. Nessa altura fizemos uma breve alusão a uma criação do mundo ainda mais famosa que a de esse ente mitológico, e que se esconde por detrás de um símbolo sobejamente conhecido na cultura ocidental pela sua forma, "☯", mas conhecida no original sob o nome de taijitu, 太极图. O seu significado pode ser interpretado das mais diversas formas, mas a que nos interessa em particular, aqui e hoje, é o modo como ele se liga aos mitos da criação da China. Nesse sentido, podemos apresentar como exemplo aqui um diagrama de Zhu Xi, autor do século XII da nossa era:

Taijitu, yin e yang, sua origem e significado

É fácil dividir este diagrama em cinco sequências representativas da criação. Muito simplificadamente, e como o autor nos informa, a primeira delas, no topo, significa a substância suprema original. A segunda representa a fusão da actividade com a não-actividade. A terceira tem os cinco elementos chineses (fogo, água, terra, madeira e metal). A quarta, a fusão de tudo em masculino e feminino. A quinta tem representada a geração e transformação de tudo o que existe. Agora, filosoficamente este diagrama daria pano para as mais infinitas mangas, mas o que nos interessa, hoje, é a forma como ele representa sinteticamente um processo de criação e evolução.

Preste-se, nesse contexto, alguma atenção adicional ao segundo momento do diagrama. Ele não é mais do que uma versão do taijitu, do nosso famoso símbolo ☯, em que as duas substâncias se começam a misturar, acabando por originar os cinco elementos chineses. O que nos leva, de forma igualmente sintética, à origem e significado do yin e yang. A sua origem advém de diversas correntes filosóficas chinesas, de um momento muito específico do processo de criação e evolução. Já o seu significado pode ser resumido na simples verdade do dualismo - luz/escuridão, positivo/negativo, bem/mal, céus/terra, et al. - mas sem esquecer que ambos os princípios também têm, e devem ter, alguma parte do seu contrário, e.g. que mesmo a luz tem de ter um pouco de escuridão. A isso pode ser chamado, filosoficamente, o derradeiro poder do universo.

 

Em suma, o símbolo de yin e yang tem a sua origem na filosofia chinesa e pode até ser visto como uma representação de um instante muito particular da criação numa das muitas opiniões da Mitologia Chinesa, e que depois se foi cristalizando na nossa cultura ocidental pela simplificação de todo o dualismo que representa.

Gostas de mitos, lendas, literatura, e muitas curiosidades?
Recebe as nossas publicações futuras por e-mail - é fácil, gratuito, e poderás aprender muitas coisas novas!