Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mitologia em Português

O mito de Héstia, na Mitologia Grega, é o de uma irmã de Zeus e, tal como Atena e Artemisa, uma deusa igualmente virgem. Não é propriamente uma personalidade destacada, nem desempenha quaisquer papéis de muito relevo na maior parte dos mitos. Porém, ela era a deusa da lareira, o símbolo do lar, para junto da qual os recém-nascidos tinham de ser levados antes de serem recebidos pela família. Todas as refeições começavam e acabavam com uma oferta à deusa. Como diz um poema:

 

Héstia, em todas as moradas dos homens e dos imortais

É tua a honra maior, o primeiro e último doce vinho

Oferecido na festa, deitado para ti como é devido.

Nunca sem ti podem os deuses ou os mortais festejar.

 

Na altura dos Romanos todas as cidades tinham também uma fogueira pública consagrada a Héstia, onde a chama nunca devia extinguir-se. Na verdade, até quando se estabelecia uma nova colónia, os novos colonos levavam consigo brasas da lareira da cidade-mãe, com as quais atiçavam o fogo da nova cidade. Seis sacerdotisas virgens, as Vestais, tinham a seu cargo os cuidados da grande fogueira de Roma, que foi apagado pela última vez em 394 d.C., meses antes da queda da grande cidade...

Gostas de mitos, lendas, livros pouco conhecidos e curiosidades? Podes receber as nossas publicações futuras por e-mail!

4 comentários

Comentar post