Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mitologia em Português

Mitologia em Português

05 de Dezembro, 2019

Sobre a lenda de Avalon

Um castelo no nevoeiro

Onde é Avalon, e quais as suas grandes lendas? Quem decidir partir em busca dessa informação depressa se aperceberá de um problema - a primeira referência a um lenda de Avalon é feita nas obras de Geoffrey of Monmouth, figura muito ligada às lendas arturianas, mas nada nos seus relatos nos indica que seja um local verdadeiro. Pelo contrário, Avalon é representada como uma ilha lendária, com contornos mágicos e muito misteriosos, onde foi forjada a espada Excalibur e onde, após a sua derradeira batalha, o Rei Artur descansa até ao momento do seu regresso profético.

 

Face a essa falta de informação original sobre Avalon, o que aconteceu foi que à medida que as lendas arturianas se foram desenvolvendo, os mais diversos autores sentiram necessidade de tornar bem real o famoso provérbio "quem conta um conto aumenta um ponto", adicionando cada vez mais tradições às histórias e elaborando cada vez mais sobre os contornos da lenda de Avalon - características essas que, originalmente, a ilha ainda não tinha, e que foram somente fruto de sucessivas gerações de autores com necessidades muito distintas. Por exemplo, as agora famosas "brumas de Avalon" surgiram para explicar o porquê da ilha não poder ser encontrada facilmente...

 

Na verdade, a lenda de Avalon em Geoffrey of Monmouth não é a mesma que em Chrétien de Troyes, Thomas Malory, ou de Marion Zimmer Bradley. Cada um deles (entre muitos outros...) adicionou novos elementos a uma mesma lenda, dando contornos mais reais a uma Avalon que, originalmente, era uma pura ficção lendária - se não o fosse, qualquer pessoa poderia ir salvar o Rei Artur do seu túmulo eterno (e não há memória de que alguém o tenha tentado), acabando as lendas arturianas com a sequência em que esse famoso rei, desaparecido em Camlann, se retira para uma espécie de paraíso terreno, então chamado Avalon...

~~~~~~~
Gostas de temas como este? Podes seguir-nos no Twitter, ou receber as nossas novidades no teu e-mail de uma forma simples, rápida e gratuita!