Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mitologia em Português

Mitologia em Português

09 de Maio, 2020

Uma estranha lenda de Dom Sebastião

Dom Sebastião aos 14 anos

Como parte da cultura portuguesa já todos ouvimos falar da grande lenda do Sebastianismo, daquela ideia de que o rei D. Sebastião irá voltar numa manhã de nevoeiro para salvar o país. Ainda hoje é muito mencionada nos media. Mas o que já raramente nos contam é que existem lendas - com princípio, meio e fim - por detrás dessa ideia do Sebastianismo. O que hoje aqui trazemos é um breve exemplo disso mesmo:

 

Na praia dos Lençóis, entre os municípios de Turiaçu e Cururupu, no Maranhão [i.e. Brasil], nas noites de sexta-feira, não havendo luar, aparece um grande touro negro com uma estrela resplandecente na testa. Quem estiver na praia será tomado de um pânico irresistível. Quem estiver no mar ouvirá o canto das açafatas, entoado do fundo das águas, onde está a cidade encantada de EI-Rei Dom Sebastião. Quem tiver a coragem de ferir o touro na estrela radiante vê-lo-á desencantar-se e aparecer El-Rei D. Sebastião. A Cidade de São Luis do Maranhão submergir-se-á totalmente, e diante da praia dos Lençóis emergirá a Cidade Encantada, onde o rei espera o momento de sua libertação. Na praia dos Lençóis é proibido pelos pescadores levar-se qualquer recordação local (...). Tudo pertence a El-Rei D. Sebastião e é sagrada a sua posse.

Estas linhas vêm do Dicionário do Folclore Brasileiro de Câmara Cascudo, preservando por isso uma lenda que vem do outro lado do oceano. Será uma lenda portuguesa que foi levada por navegadores e adaptada no Brasil? Ou, por outro lado, uma lenda que foi totalmente criada na imaginação brasileira? Não sabemos, mas é um tema que nos deixou com imensa curiosidade...

 

Todos conhecemos aquela ideia do Sebastianismo, de que o rei voltará numa manhã de nevoeiro, mas a ideia-base por detrás dessa mini-lenda levanta muitas questões - onde está ele escondido? Em que data voltará? Quem acompanhará o seu regresso? Ou, se o texto acima diz que ele está aprisionado, quem lhe fez isso? Na verdade, uma lenda como esta não pode deixar de nos fazer pensar que existe mais por detrás de tudo isto que um mero "ele voltará numa manhã de nevoeiro". Deverá existir uma lenda muito mais completa, hoje já significativamente olvidada, que nos seus momentos finais refere que um dia o rei regressará (como acontece com o Rei Artur ou Jesus Cristo, entre outras figuras messiânicas). Face à informação reproduzida acima parece-nos provável que tenha existido todo um imaginário lendário, muito mais completo do que hoje imaginamos,  em torno da figura de D. Sebastião. Tentaremos encontrá-lo numa outra altura - e, nesse sentido, esta publicação continua na página As Profecias do Bandarra, o mito do Encoberto e o Quinto Império.

~~~~~~~
Gostas de temas como este? Podes seguir-nos no Twitter, no Facebook (novo), ou receber as nossas novidades no teu e-mail de uma forma simples, rápida e gratuita!